Loading...

Desafio para os vinhos de Portugal

Valorização de uma marca de qualidade

Desafio para os vinhos de Portugal

Valorização de uma marca de qualidade

Desafio para os vinhos de Portugal

Valorização de uma marca de qualidade

Desafio para os vinhos de Portugal

Valorização de uma marca de qualidade

Dedicatória

Dedico esta minha tese de final de Mestrado a um grupo de pessoas inspirador, cujos valores têm guiado e continuarão a guiar não somente a minha, ainda curta carreira profissional, mas também pessoal. Orgulho-me do homem em que me tornei e que sou hoje, graças a essas pessoas.
Ofereço este trabalho aos cidadãos portugueses; a cada um e a todos, num agradecimento patriótico por todos os momentos que vivi e partilhei e como reconhecimento à nossa cultura ímpar e valorizada por todos os povos. 
A todos, muito obrigado. 
BRUNO RAMOS

Agradecimentos

Saudade! Uma palavra muito utilizada na língua portuguesa que descreve a mistura dos sentimentos de falta, distância, perda, e amor. Uma palavra de difícil tradução em outra língua, mas que eu senti e ultrapassei graças ao carinho, disponibilidade, colaboração e apoio de um grupo de pessoas muito especiais. A realização deste trabalho só foi possível graças à colaboração de um vasto número de pessoas, a quem deixo aqui expresso o meu reconhecimento.

Começo por agradecer à minha família; os meus heróis e ídolos. Os que diariamente me inspiram e são o pilar da minha força. A vocês, família, devo a coragem de seguir em frente, de viajar, de conhecer e de aprender. A distância física foi difícil de superar, mas o vosso apoio e força foi fundamental para resistir à saudade que me tentava a desistir. Deixo ainda um abraço de eterna gratidão ao meu avô, Joaquim Gonçalves Pires, meu pai e avô, pelos valores que me incutiu e pela persistente orientação ao longo da vida.

Agradeço também aos meus amigos, a família que, segundo o ditado popular, escolhemos ao longo da vida, e que tive o privilégio de encontrar nos cinco continentes: à família portuguesa, por serem a minha alma e coração, à família argentina, a primeira vez que tomei coragem de explorar o mundo, à família australiana, pela aventura, à família dos Estados Unidos da América, pela simpatia e divertimento, à família da África do Sul, que me conquistou o coração e me fez sonhar mais alto e à família Francesa, que tanto me ensinou. Deixo aqui o meu reconhecimento, sobretudo por serem os meus agentes motivadores, por me orientarem no caminho que tenho percorrido e por me ajudarem a lutar pelo sucesso. Espero poder retribuir os magníficos momentos que atravessámos juntos.

Quero também agradecer à Mafalda Fernandes Vasques Rodrigues, pelo abraço reconfortante que recebi após a morte da minha avó, num momento particularmente difícil da minha vida, e que iluminou o meu caminho e deu origem a um sentimento de profunda amizade e respeito. Obrigado.

Aos meus dois grandes amigos Diogo Felipe Figueiredo Marques e Vasco Felipe Andrade Moura Martins Ribeiro desejo manifestar um profundo reconhecimento por toda a amizade e pela forma como sempre souberam partilhar um pouco da vossa personalidade, determinação e inspiração.

É com carinho que agradeço ainda às três mulheres da minha vida, os meus modelos femininos e grandes responsáveis pelo amor e respeito que nutro pelo ser humano. No mundo não há mulheres como vocês, Isabel Gonçalves Pires, Maria do Rosário Caetano Gonçalves Ramos e Magnólia Isabel Gonçalves Ramos. A vossa educação, amor, orientação e palavras de encorajamento foram fundamentais para a prossecução deste trabalho nos momentos de maior dificuldade.

A concretização deste trabalho deve-se também à contribuição dos diretores do magnífico mestrado OIV MSc, Michel Bourqui e Nicolas Goldschmidt, pela oportunidade que me concederam de integrar esta formação única no mundo, e a quem quero manifestar os meus mais sinceros agradecimentos.

Por fim, o obrigado aos portugueses. Tenho a honra de ser português e agradeço a todos os que, diariamente, no país ou fora dele, contribuem para manter viva a nossa língua, tradição e honra.

Desafio para os vinhos de Portugal

Valorização de uma marca de qualidade

Resumo

Neste trabalho exponho várias ideias para a valorização dos vinhos de Portugal para os agentes económicos do setor vínico. Depois de conhecer outras realidades a nível mundial, constato a oportunidade de os vinhos portugueses ganharem mercado em vários continentes e justificarem a sua importância pelas diversas caraterísticas que apresentam e que lhes conferem valor e qualidade.

Com este trabalho pretendo partilhar a minha visão de como valorizar os vinhos portugueses e deste modo contribuir para a melhoria da sua imagem e qualidade junto dos consumidores internacionais. O conhecimento da realidade dos mercados mundiais de vinho, aliado à minha formação como Enólogo, completa a minha visão da estratégia a implementar para que os vinhos de Portugal beneficiem do merecido reconhecimento mundial.

Conteúdos

Antecedendo o assunto
CARACTERIZAÇÃO DOS ESTILOS DE VINHO PORTUGUESES
Alentejo
LEMBRANÇA
DESENVOLVIMENTO DA PROBLEMÁTICA
O CAMINHO JÁ PERCORRIDO
O QUE HÁ AINDA A FAZER
ANÁLISE CRÍTICA DA PROBLEMÁTICA E PROPOSTAS DE TRABALHO
CONCLUSÃO
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Contactos

All the fields are required