Loading...

Alentejo

As minhas recomendações

A estratégia seguida pelos produtores de vinhos portugueses terá de passar pela valorização do que existe de único na sua marca e no seu estilo para que o consumidor atribuía ao produto o seu verdadeiro valor. A melhor estratégia para o fazer assenta na informação/comunicação da história que cada garrafa contém, à semelhança do que já é feito no mercado dos Estados Unidos da América, designado por “storyteller”. A partilha da “alma” existente em cada vinho, cada adega, cada vinha é apreciada pelos consumidores que valorizam a marca pelo seu Terroir e história, a partir do momento que a conhecem.

Centro-me na região do Alentejo porque é aqui que vejo o maior potencial de evolução e condições para a criação de uma Great Wine Capital. Mas as regiões dos Açores, Madeira, Douro, Dão, Vinhos Verdes, Península de Setúbal e Bairrada, assim como as cidades de Lisboa, Porto e Faro, são também regiões e cidades com um futuro promissor. Basta que saibam implementar a mesma estratégia de valorização do seu produto, criando uma rede de contactos internacional através da já existente rede do Turismo de Portugal.

« Secção Anterior Próximo Capítulo »